Email: geofronteira2017dourados@gmail.com

Apresentação

O evento Seminário Internacional dos Espaços de Fronteira (Geofronteira) surgiu como iniciativa, organização e realização do curso de Geografia e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE –, Campus de Marechal Cândido Rondon. Com a preocupação e o interesse na agregação e encontro de pesquisadores, professores, artistas e ativistas sobre as questões que perpassam relações de/nas fronteiras brasileiras, o I Seminário Internacional dos Espaços de Fronteira: Espaços de Fronteira – Território e Ambiente foi realizado no período de 14 a 17 de setembro de 2011, em Marechal Cândido Rondon, oeste paranaense, e estreitamente em contato (de aproximação e de distanciamento) com a fronteira com o Paraguai (o I Geofronteira ocorreu concomitantemente ao III Seminário Regional Sobre Território, Fronteira e Cultura e a VII Expedição Geográfica da Unioeste). O seminário, que contou com a participação de 300 pessoas do Brasil, Argentina e Paraguai, sobretudo, ensejou a formação do grupo denominado “Iniciativa Geofronteiras”, agregando, naquele momento, pesquisadores e professores brasileiros e argentinos (Programas de Pós-Graduação em Geografia, em Ciências Sociais e em Sociedade, Cultura e Fronteiras [UNIOESTE], em Geografia e em Sociologia (Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD – Dourados – Mato Grosso do Sul) e em Antropologia (Univesidade Nacional de Missiones – UNaM – Posadas – Argentina).

De encontros, reuniões e articulações do grupo Iniciativa Geofronteiras, foi construído do II Seminário Internacional dos Espaços de Fronteira: Diferencias e Interconexiones (II Geofronteira), realizado nos dias 23, 24 e 25 de setembro de 2013 em Posadas (Argentina), na UNaM. Com participação também de trezentas pessoas, o evento ampliou seu raio abrangência, com mais participantes das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, centro-norte da Argentina e centro-sul do Paraguai. Com 155 trabalhos apresentados, o evento passa a se consolidar como espaço de encontro de participantes com pesquisas e diálogos sobre as fronteiras entre, em especial, Argentina, Paraguai e Brasil.

Assim como o II Geofronteira fortaleceu e evento, também reafirmou a necessidade e importância da continuidade do grupo Iniciativa Geofronteira, que, reunindo-se semestralmente, definiu e encaminhou a realização da terceira edição do evento, que foi realizado no período de 8 a 11 de setembro de 2015 na Universidad Nacional de Itapua (Encarnación – Paraguai). O tema “Integración: Cooperación y Conflitos” (Integração: Cooperação e Conflitos) tomou a centralidade do III Seminário Internacional dos Espaços de Fronteira (III Geofronteira), reunindo em torno de 200 participantes, com 120 trabalhos apresentados.

Do III Geofronteira, articulado aos encontros do grupo Iniciativa Geofronteira, foi incorporado, em 2015-2016, um conjunto de outras instituições além das participantes originárias (UNIOESTE, UFGD e UNaM, e já em 2014 a Universidad Nacional de Itapua, local do III Geofronteira): Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), Universidade Estadual de Maringá (UEM), Universidad Nacional del Este (Ciudad del Este – Paraguai), Universidad Nacional de Canindeyú (Salto del Guairá – Canindeyú –Paraguai) e Universidade Estadual de Ponta Grossa (Paraná – Brasil).

Desse modo, na medida em que a Iniciativa Geofronteira vem agregando sujeitos e instituições do Brasil, Argentina e Paraguai, e que as três primeiras edições do evento já percorreram os três países, o grupo definiu que o IV Seminário Internacional dos Espaços de Fronteira (IV Geofronteira) retorna, novamente, ao Brasil. Em encontros do grupo, definiu-se, assim, a UFGD como local do evento, a ser realizado no período de 20 a 23 de setembro de 2017 com o tema: Por Fronteiras do Encontro, Por Encontros na Fronteira / Por la Fronteras de Encuentros / Por Encuentros en la Frontera.